PUB

Hélio Sanches

Presidenciais: Hélio Sanches que Santa Cruz sofre com a desigualdade social e desemprego jovem

O candidato às eleições presidenciais de 17 de Outubro, Hélio Sanches, considera que o concelho de Santa Cruz, Santiago, sofre com a desigualdade social e desemprego jovem. Sanches fez essa constatação durante contactos com o eleitorado, no qiarto dia de campanha.

Hélio Sanches pediu voto de confiança aos eleitores de Santa Cruz para que se mude este estado de coisas, quando for eleito Presidente da República, através de magistratura de influência.

Sanches acusou ainda  as candidaturas de Carlos Veiga e José Maria Neves de estarem a “distribuírem e esbanjarem dinheiro”, durante a campanha eleitoral. Por isso  considerou que os mesmos não têm moral para ser Presidente da República.

“Os candidatos da velha normalidade estão a transmitir mensagens que não são positivas, porque estão a distribuir dinheiro para fazer campanha, o que não é bom. Apelo mais uma vez à população de Cabo Verde a me dar um voto de confiança porque eu sou o único candidato independente que vai tratar todos os cabo-verdianos em pé de igualdade”, assegura..

 

Injustiça

Hélio Sanches disse ainda que  Carlos Veiga e José Maria Neves, que já exerceram o cargo de primeiro-ministro e já dispõem de um salário atribuído pelo Estado, não têm mais nada para dar ao país, porque, se forem eleitos Presidente da República, os seus salários vão duplicar, o que “não é justo”, sendo que muitos jovens estão no desemprego.

 

5° dia com eleitorado de São Vicente

Hélio Sanches desloca-se esta segunda-feira, 4, à ilha de São Vicente para contactar o eleitoral. Esta é a primeira deslocação de Hélio Sanches à região norte do país, depois do arranque da campanha.

Antes da partida para São Vicente, neste 5º dia da campanha eleitoral, Hélio Sanches vai estar no período da manhã em contacto com os eleitores no bairro de Eugénio Lima, Praia.

Recorde-se que estas são as sétimas eleições presidenciais de Cabo Verde, desde 1991, ano em que pela primeira vez a escolha do PR passou a ser feita pelo voto directo, universal e pluralista. 

A eleição para o Presidente da República que irá suceder a Jorge Carlos Fonseca, no cargo, acontece no próximo dia 17 de Outubro e concorrem sete candidatos: Fernando Rocha Delgado, Gilson Alves, José Maria Neves, Carlos Alberto Veiga, Hélio Sanches, Casimiro de Pina e Joaquim Monteiro.

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top