PUB

Desporto

Ponck e Hélder Tavares saíram ilesos na sequência do acidente que vitimou Dukinha

A Federação Cabo-verdiana de Futebol (FCF) garante que Carlos Ponck e Hélder Tavares encontram-se bem após estarem envolvidos no acidente de viação que vitimou o ex-jogador Dukinha. Confirmando assim a notícia avançada ontem pelo A Nação que dava conta que os dois estariam bem.

Em comunicado emitido ontem à noite, a FCF confirmou que, após o término do estágio, a maioria dos integrantes da seleção nacional tinha a viagem, de regresso, marcado para a manhã desta segunda-feira, 11 de outubro, pelas 07h00, no voo que fazia a ligação entre São Vicente e Lisboa.

A FCF avança que, como sempre, disponibiliza e transporta, durante toda a atividade da seleção, nomeadamente, nos percursos Aeroporto/ Hotel/Aeroporto, Hotel/Estádio/Hotel, toda a caravana no autocarro e nos carros oficiais ao serviço da Federação.

“O acidente aconteceu no dia seguinte ao jogo [Cabo Verde x Libéria], e na viatura acidentada, propriedade de um familiar do Carlos Ponck, estavam quatro pessoas, Carlos Ponck e Hélder Tavares, ambos jogadores da seleção nacional, o condutor da viatura, um familiar do Carlos Ponck, e o malogrado Dukinha, amigo próximo dos jogadores”, lê-se na nota.

A mesma fonte refere ainda que os jogadores envolvidos no acidente Carlos Ponck e Hélder Tavares saíram ilesos do ocorrido, tendo os mesmos sido assistidos, no local, pelos bombeiros, e, na presença de um diretor da seleção nacional.

A nota esclarece ainda que os futebolistas tiveram a oportunidade de falar com os agentes da Polícia Nacional (PN) que para ali se deslocaram.

Segundo a PN, citada pela FCF, o carro em que seguiam embateu na parte traseira de um táxi tendo posteriormente capotado para o lado direito da estrada, no sentido Mindelo/aeroporto.

Depois disso, prossegue o documento, os jogadores voltaram ao hotel, numa viatura ao serviço da seleção nacional, onde foram observados pelo médico da Federação, que acompanha a evolução da situação, e “confirma-se, nenhuma lesão decorrente do acidente”.

A FCF informa ainda que os jogadores, na qualidade de testemunhas, já foram ouvidos pela PN, e que já os garantiu todo o apoio jurídico. Além disso, órgão máximo do cabo-verdiano do futebol garante que acompanha o caso, em permanência.

A Federação finaliza a nota lamentando “profundamente, o trágico acidente”, do qual resultou a “perda irreparável” do ex-jogador Dukinha, e apresenta aos seus familiares os sentidos pêsames.

1 Comentário

1 Comentário

  1. Pingback: Ponck e Hélder Tavares saíram ilesos na sequência do acidente que vitimou Dukinha – Cv Digital

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top