PUB

Cultura

Dino de D´Santiago dedica distinção dos “100 afrodescendentes mais influentes do mundo” a Giovani e Bruno Candé

O cantor luso-cabo-verdiano, Dino D´Santiago, foi distinguido entre as 100 personalidade afrodescendentes mais influentes do mundo em 2021.  A distinção, o cantor e ativista, dedica a Giovani Rodrigues e Bruno Candé, vítimas de violência.

A lista global de Afrodescendentes Mais Influentes de 2021 seleccionou ainda vários nomes lusófonos, como a ministra da Justiça portuguesa Francisca Van Dunem, o são-tomense Mário Lopes e os angolanos Matheus Steita e Fernanda René.

A “Lista Global de Afrodescendentes Mais Influentes de 2021” surge na sequência “Década Internacional dos Povos de Ascendência Africana”, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas, que ocorre entre 2015 e 2024.

A lista escolhe “100 pessoas entre 80 países com base na sua influência política, perspicácia empresarial, acompanhamento dos media sociais ou o seu esforço humanitário” que contribuam com avanços significativos no mundo.

“Este é o sonho de toda uma comunidade”, contou Dino D’Santiago, escolhido na secção Media e Cultura, em entrevista à RFI.

Na sua página de Instagram, considerou ser “uma honra elevar mais uma vez as bandeiras de Cabo Verde e Portugal” e dedicou a distinção a Giovani e a Bruno Candé.

C/ RFI

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top