PUB

Cultura

Antologia “Mulheres e Seus Destinos III” chega em Março com participação de Germano Almeida

O III Volume da antologia “Mulheres e Seus Destinos”, coordenado por Lena Marçal, chega ao público no Dia Internacional da Mulher, a 8 de Março. Desta vez, participam também  homens, e conta com uma “mensagem especial” do escritor Germano Almeida, para as mulheres.

A coordenação da antologia “Mulheres e Seus Destinos” anuncia o terceiro volume da obra para o próximo mês de Março, mais concretamente, no dia 8, Dia Internacional da Mulher.

O projecto, que assume um cariz social, é coordenado pela professora Lena Marçal.

O volume deste ano, segundo a mentora do projecto, conta com “mensagens especiais” de “dois distintos convidados”, nomeadamente o escritor e Prémio Camões 2018, Germano Almeida, e a escritora Carlota Alves, esta última homenageada em Abril de 2022, pela SOCA Magazine.

“Mulheres e Seus Destinos” se divide em dois livros,  abarcando poema/pintura e prosa.

Sinopse de Marcelo Talasso Salim

 “Além de uma leitura prazerosa a todos que tiverem acesso a este maravilhoso trabalho, reitero também meu prazer em fazer parte dele e meu desejo em estar junto a todos vocês em aventuras literárias futuras”, escreveu Marcelo Talasso Salim, sobre “Mulheres e seus Destinos – poema/pintura”. 

Este escritor e médico brasileiro parabenizou a mulher Cabo-Verdiana “pela iniciativa de criar um projeto que resgate o valor das mulheres daquele país e das do resto do mundo” avançando que “falar sobre a mulher já é, por si só, uma grande responsabilidade, um desafio”. 

O autor do livro “Memórias de um pai estoico” que também participa com um poema a antologia “Mulheres e Seus Destinos” fez muitos elogio às mulheres sendo segundo ele, um ser precisa de mais reconhecimento e que merece ser mais valorizada e respeitada.

Sinopse de Mário Loff 

Tendo em conta a outra parte do livro, sobre prosa, o sinopse escrito pelo escritor pelo poeta cabo-verdiano, Mário Loff,  diz que a iniciativa que “Mulheres e seus Destinos” carrega, é louvável, incentivando os leitores a desfrutar da melhor forma esta obra de dois volumes, uma de textos narrativos e a outra em poesia.

São diversos tipos de criação poéticas, “seja ela em outras línguas ou em nossas línguas, porque poesia, meus amigos, poesia é para se comer tinha dito o poeta”, escreveu ainda.

O autor do livro “Rapto da Primeira Dama” também não poupou elogios às mulheres que para ele, é um ser “no topo da cadeia da ousadia e da luta pela igualdade em tudo o que deve e deveria ser sempre reservados aos homens e as mulheres”. 

“A cada um de vocês sintam-se bonitos e bonitas em cada folha deste livro que cruzam, porque definitivamente, esta obra, tem um caráter internacional, com divulgação universalista” frisou sobre a obra que a seu ver mostra neste III edição que “a literatura une os povos, mais do que tudo, quem está no centro da roda com toda a sua força criadora é a mulher”. 

O terceiro volume do livro, um projecto de cariz social coordenado por Lena Marçal chega ao público no próximo dia 8 de Março, em homenagem às mulheres cabo-verdianas e do mundo inteiro.

PUB

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top