PUB

Economia

Japão disponibiliza apoio de 1,8 ME ao Governo e instituições cabo-verdianas

O Japão assinou hoje acordos com o Governo e com instituições cabo-verdianas no valor de 1,8 milhões de euros, destinados a ajuda alimentar e financiamento de projetos locais.
A assinatura dos acordos aconteceu na Cidade da Praia entre o embaixador japonês em Cabo Verde, Takashi Kitahara, e representantes de todas as instituições, sendo que o maior montante é destinado ao Governo cabo-verdiano, para ajuda alimentar, no valor de 1,6 milhões de euros.
No seu discurso, o embaixador japonês em Cabo Verde, Takashi Kitahara, destacou as “excelentes relações” de amizade e cooperação entre os dois países, que remontam desde a independência de Cabo Verde, ocorrida a 5 de julho de 1975, e disse que a ajuda alimentar é para satisfazer as necessidades das populações cabo-verdianas de forma inclusiva.
Por sua vez, a secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros de Cabo Verde, Maria de Jesus Miranda, recordou que, com a graduação de Cabo Verde para País de Desenvolvimento Médio (2008), o Japão deixou de conceder ajudar alimentar ao país em 2014, passando a privilegiar o apoio financeiro, por via de crédito em condições concessionais.
A governante considerou que a ajuda alimentar japonesa a Cabo Verde vai ter um impacto económico imediato nas camadas desfavorecidas e irá contribuir para a redução e eliminação da pobreza e promoção da inclusão social.
“Este contributo inestimável, entre outros, irá ajudar a minorar o impacto do mau ano agrícola que o país atravessa”, reiterou Maria de Jesus Miranda, salientando que o apoio vai ainda contribuir para a segurança alimentar no país e redução das suas vulnerabilidades.
A secretária de Estado destacou ainda outras áreas que contam com apoio do Japão, como a produção, transporte e distribuição de eletricidade, agricultura, formação de quadros, telecomunicações e apoio ao desenvolvimento de sistemas de abastecimento de água dessalinizada.
Durante a cerimónia, o embaixador assinou acordos com a Organização das Mulheres de Cabo Verde (OMCV) no valor de 74 mil euros, para um projeto de reabilitação do Centro de Promoção das Mulheres do Porto Novo, na ilha cabo-verdiana de Santo Antão.
Ainda em Santo Antão, o embaixador anunciou a entrega de materiais no valor de 55 mil euros à Associação dos Pescadores e Peixeiras de Ponta do Sol.
O diplomata anunciou ainda a entrega de um camião e outros materiais para a recolha e transporte de lixo à Câmara Municipal da Praia (CMP), no valor de 91 mil euros.
Fonte: Inforpress

Adicionar um comentário

Faça o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

PUB

PUB

To Top